04 mai

Dívida dos 28,86%

Na nova fase do blog, retomamos a cobrança do pagamento da dívida dos 28,86% aos militares das Forças Armadas, sobretudo aos praças. Projeto de pagamento ainda tramita pela burocracia do Governo, conforme pode ser visto abaixo.

Projeto de quitação da dívida tramitou em março, mas não saiu do Ministério do Planejamento. No governo ainda  admite-se que a dívida pode ser quitada por meio de medida provisória por se tratar de direito reconhecido pela Justiça. O normal seria por intermédio de projeto de lei, a ser votado no Congresso. Para fontes da Coluna, é certo que dinheiro virá por MP, no fim do ano. Vamos continuar cobrando!

Postado por: Marco Aurélio Reis às 1:45 - (14) Comentários

14 comentários em “Dívida dos 28,86%

  1. CLAUDIO MATIAS

    AS PERDAS, PELO QUE LI DA SENTENÇA, VÃO SER CORRIGIDAS MONETARIAMENTE, MAS PARA QUE FACILITE E QUE DÊ CONTINUIDADE AO PAGAMENTO EVITANDO A SER UM MÉTODO ELEITOREIRO PARA SER PAGO SÓ EM 2014, PODERIA SER COGITADO O PARCELAMENTO A SER PAGO EM 2 VEZES, 2013 E 2014…. ASSIM TERIA MAIS VANTAGENS E MENOS POLEMICA, TENDO EM VISTA, SÓ DEPENDENTE DA BOA VONTADE DA PRESIDENTE.

  2. ivan moreira dos anjos

    Caro jornalista Marcos Aurélio Reis, já postei varios comentários sobre os 28,86% e até hoje não saiu nenhum, quando abre a pagina do sei site, só vejo a frase: nenhum comentário, o que está havendo não estão deixando voce publicar, é isto mesmo. abraços Ivan.

    1. mreis Post author

      Desculpe, tivemos problemas operacionais e voltamos a operar com o blog normalmente esta semana.

  3. NATANAEL

    Democracia só existe para o cidadão civil, ali eles se expressam por meio de manifestações e tudo se resolve e vem se resolvendo. Já para nós militares democracia é sinônimo de mão atada e boca calada ou em outras palavras direitos iguais não existem para vocês mas sim para os civis e se sobrar migalhas pensaremos se daremos para vocês… Militar virou sinônimo de coisa nojenta ou cão treinado para fazer aquilo que eles bem querem depois de feito é posto na coleira até aguarda a próxima ordem; não tem direito a nada e nem pode reclamar, mas sim se contentar com um digno salário família de R$ 0,16 que não dá nem para comprar um pão na padaria. Vivemos num nível igual ao do bandido que assalta e mata; este é odiado pela sociedade e perseguido para ser preso pela polícia, e nós somos odiados e perseguidos por uma grande classe de políticos que não querem o nosso bem mas sim a nossa desgraça moral e social. Fazem isso porque vos veem como um cão preso na penitenciária da Democracia, manietado na corrente da política e submetido a ração da miséria assim como , enfermo pela falta de fé e credibilidade em representantes de quatro estrelas que nada vezes nada podem fazer. O Governo do Sr. FHC (PSDB ) nos mutilou de forma bárbara e covarde. Já a dinastia (PT) “PETERIANA” nos tem posto dentro de um “multiprocessador” para mostrar para todos os partidos políticos existentes o espetáculo que é pisar na imundícia daqueles que são chamados de “Miltares”.

  4. Luiz

    Não tem nenhum órgão que podemos reclamar do nosso direito? Quem sabe estão esperando todos com o direito adquirido morrerem, para não ter que nos pagar. Se fosse nós devendo pra eles, rancariam tudo de nós pra obter a toda força. A recíproca não é verdadeira.

  5. cosme jose mendes ferreira

    Bom dia

    Nos usuários do serviço de saúde do exercito, estamos precisando de socorro aqui no rio de janeiro pois, o sistema esta falido.

  6. Ademir Oliveira Freitas

    Estão apertando a Dilma de tudo q é lado;menos do lado militar não se vê nenhuma manifestação de pedido dos nossos direitos.Esses 28 vão entrar p/história.

  7. José Valdomiro de Oliveira

    Esse governo é cercado de MENTIRAS,não
    acredito em nada que possa fazer p/ favorecer os militares.(mesmo ganhando na justiça).

    É bom saber que ainda tem pessoas,que tentam nos ajudar.

    Obrigado

  8. ladislau da gama

    vamos acreditar com mp recebemos esse direito adquirido mais si fosse para beneficiar políticos já estaria na conta deles que eles voto na madrugada grato

  9. luiz antonio guimaraes

    Para desconto chamado em folha, o nosso governo é ágil e competente, agora, para o pagamento de dívidas que o governo tem com o funcionalismo, o governo é mais ágil, mais macho, mais intransigente, acabando com tudo aquilo que nos foi ensinado. honestidade, honra, lealdade, etc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


um × 2 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>