Fim de um jejum
PUBLICADO EM 05 de julho de 2017

BERNARDO COSTA

bernardo.costa@odia.com.br

Houve surpresa no terceiro fim de semana dos Jogos da Baixada, na Escola Municipal Metodista, em Queimados. Considerado o favorito absoluto, o time de Itaguaí, que lutava pelo bicampeonato no futsal sub-17, foi eliminado na segunda fase. Também não deu para Nova Iguaçu, Caxias e Paracambi, outros times cotados ao título. Mesquita bateu Nilópolis por 1 a 0 na final e voltou a conquistar o ouro na modalidade depois de um jejum de seis anos — em 2011, o município conquistou o tricampeonato. No vôlei sub-14, a escrita se confirmou e as meninas de Nova Iguaçu levaram o ouro. No masculino, Mesquita, Belford Roxo, Queimados e Nova Iguaçu avançaram para as semifinais.

Mesquita levou ouro no futsal após vencer Nilópolis na final. Duque de Caxias ficou com o bronze | Foto: Sandro Vox

Mesquita levou ouro no futsal após vencer Nilópolis. Duque de Caxias ficou com o bronze | Foto: Sandro Vox

A decisão do futsal sub-17 entre Mesquita e Nilópolis teve chances claras de gols para os dois lados. Na arquibancada, a bandeira que reproduzia a camisa 10 de Mesquita e chamava atenção desde a primeira rodada parecia prever o que iria acontecer no fim da tarde de domingo. Pois foi Victor Hugo Guimarães que marcou o único gol da final. Nas costas do ala, o número 10. Ele foi eleito o atleta destaque da modalidade: “O Diogo é quem merecia esse prêmio. Ele pegou dois pênaltis na semifinal”, disse o jogador.

Com a medalha de ouro no peito, Diogo Faria, goleiro reserva de Mesquita, comentou a sua façanha contra a equipe de Caxias na disputa de pênaltis. “Eu sonhei que pegava um pênalti. Quando fui escalado para as cobranças, entrei confiante”, contou.

Mesquita bateu Caxias no vôlei sub-14 masculino e vai à semifinal contra o time de Nova Iguaçu | Foto: Sandro Vox

Mesquita bateu Caxias no vôlei sub-14 masculino e vai à semifinal contra Nova Iguaçu | Foto: Sandro Vox

O técnico Flávio Almeida foi o pé-quente do time. Ele disputa os Jogos da Baixada há mais de 10 anos, sempre comandando as equipes de vôlei, e fez sua estreia à frente do time de futsal, com o ouro. “Estou há muito tempo esperando por isso”, comemorou o técnico, que treinou o grupo por um mês na Escola Rakel Rechuem.

No pódio, alguns atletas de Nilópolis não se conformavam com o segundo lugar. O técnico Gerson Hanna consolou seus jogadores: “Vocês me comoveram com a garra que demonstraram em quadra.”

As meninas de Nova Iguaçu levaram o ouro no vôlei sub-14. Caxias foi prata e Queimados, bronze | Foto: Sandro Vox

As meninas de Nova Iguaçu levaram o ouro no vôlei sub-14. Caxias foi prata | Foto: Sandro Vox

Itaguaí, favorito antes do começo das disputas, foi eliminado por Queimados, outro time que se destacou no fim de semana. A expulsão de João Vitor Padela contra o Nova Iguaçu deixou o time abalado. “Ele fez falta, pois era a nossa bola de segurança”, disse Lucas Meireles, do time de Itaguaí.

No vôlei feminino sub-14, o roteiro do fim de semana correu conforme o esperado, com expectativa para o tradicional confronto entre os times dos gêmeos Marcos Vinicio e Marcos Antônio, técnicos de Nova Iguaçu e Queimados. Desta vez, as equipes se enfrentaram na semifinal. Melhor para Nova Iguaçu, que ainda passou por Caxias na decisão e conquistou o ouro. Lorrany Silva, ponteira de Nova Iguaçu, foi eleita atleta destaque da modalidade. No masculino, os jogos das semifinais e da final foram adiados para o próximo fim de semana de competições, no Sesc de Meriti.

Agenda

8/7,  SÁBADO

  • Natação masculino e feminino sub-14 e sub-17
  • Vôlei feminino sub-17
  • Vôlei masculino sub-14 (semifinais e final)

9/7, DOMINGO

  • Vôlei masculino sub-17
  • Xadrez masculino e feminino sub-14 e sub-17

15/7, SÁBADO

  • Basquete masc e fem sub-14
  • Futsal sub-14

16/7, DOMINGO

  • Basquete masculino e feminino sub-17