Saem os primeiros campeões
PUBLICADO EM 28 de junho de 2017

Na luta pela histórica 20ª edição dos Jogos da Baixada, Caxias sai na frente, levando o ouro no futebol de campo, atletismo e handebol diante da sua torcida, na Vila Olímpica. A segunda rodada também teve outros destaques. Seropédica conquistou o ouro inédito no handebol sub-14 masculino e Magé se afirma como a nova potência no handebol feminino, com o ouro no sub-17, com a mesma base que levou o título sub-14 no ano passado. Nova Iguaçu, que levou o troféu dos Jogos de 2016, foi campeã no handebol feminino sub-14.

Wesley (camisa 4) abraça os colegas de Caxias após fazer o gol na partida final

Wesley (camisa 4) abraça os colegas de Caxias após fazer o gol na partida final

Caxias quebra um jejum no futebol sub-17, depois de oito anos sem vencer. E foi justamente quando o técnico Rogério Miquilito, campeão em 2009, voltou ao comando da equipe. “A garra, a vontade e a determinação foram fundamentais”, comemorou. O título veio com a vitória por 2 a 1 contra Paracambi. O lateral-esquerdo Wesley Ferreira abriu o placar, com cobrança de falta no ângulo. Gabriel Ferreira ampliou, ao invadir a área em velocidade. Yan Rodrigues, de pênalti, descontou.

Pódio de Caxias no futebol de campo. Paracambi levou a prata e Mesquita, o bronze

Pódio de Caxias no futebol de campo. Paracambi levou a prata e Mesquita, o bronze

No handebol, o título inédito de Seropédica no masculino sub-14 foi um dos momentos mais emocionantes. Encerrada a final contra Caxias, os irmãos Cauã e Mauro Pessoa se abraçaram e choraram. “A gente treina numa quadra aberta que é a metade dessa, a bola não é boa… Essa medalha mostra que é possível vencer apesar das dificuldades. Nunca vou desistir dos meus sonhos”, disse Mauro, entre lágrimas.

Seropédica: ouro inédito no handebol masculino sub-14. Caxias e Meriti foram 2º e 3º lugares

Seropédica: ouro inédito no handebol masculino sub-14. Caxias e Meriti foram 2º e 3º lugares

No feminino, Magé se consolida como a nova potência do handebol ao levar o ouro no feminino sub-17. No sub-14, melhor para Nova Iguaçu, cuja campanha destacou do quarteto fantástico. “Elas ditaram o ritmo e já são conhecidas no meio do handebol como Duda Mutante, Larissa Gata Russa, Wellem Nutella e a nossa Galinha Pintadinha, a Maria Fernanda”, sorri o técnico André Penudo. Caxias levou ouro no handebol sub-17. Era a última participação de boa parte dos atletas nos Jogos da Baixada, o que funcionou como fator motivacional para a vitória contra Mesquita.

VERDEE

No atletismo, Nova Iguaçu e Caxias conquistaram a maior parte dos títulos. Lucas Oliveira e Maria Júlia, de Caxias, e Nayri Sousa e Raphael Chrystopher, de Nova Iguaçu, foram eleitos os atletas destaque no sub-14 e no sub-17.

Nairy, de Nova Iguaçu, foi ouro na corrida de 100m

Nairy, de Nova Iguaçu, foi ouro na corrida de 100m

Agenda

1º/7, sábado
Voleibol masculino e feminino sub-14

2/7, domingo
Futsal sub-17

8/7,sábado
Natação masculino e feminino sub-14 e sub-17
Vôlei feminino sub-17

9/7, domingo
Vôlei masculino sub-17
Xadrez masculino e feminino sub-14 e sub-17

15/7, sábado
Basquete masc e fem sub-14
Futsal sub-14

16/7, domingo
Basquete masculino e feminino sub-17

Ranking dos jogos

1° Duque de Caxias – 22 pontos

2º Magé – 13 pontos
Mesquita
Nova Iguaçu
São João de Meriti

3º Guapimirim – 11 pontos
Paracambi

4º Japeri – 10 pontos
Queimados
Seropédica

5º Itaguaí – 8 pontos
Mangaratiba
Nilópolis

6º Belford Roxo – 6 pontos

por Bernardo Costa