twitterfeed
PUBLICADO EM 18.05.2015 - 23:20

Juiz chamusca MPF

Juiz da 18ª Vara Federal, Flávio Lucas absolveu da acusação de improbidade administrativa o ex-superintendente da PF Ângelo Gióia, o ex-corregedor Luiz Góes e um delegado, defendidos pelo advogado Dennis Cincinatus. O MPF alegou perseguição ao delegado Leonardo Tavares.

Para o juiz, o pano de fundo da ação era disputa de poder entre o MPF e a Polícia Federal. O magistrado alegou que o delegado, o membro do Ministério Público, o juiz e quaisquer outros agentes públicos não podem ser alvo de ação de improbidade administrativa quando agem dentro da lei.

Publicidade