twitterfeed
PUBLICADO EM 14.07.2017 - 13:24

Um Beatle na cadeia

A situação não está deixando ninguém relaxar. Veja você que dormi muito dia desses, enrolado numa gripe danada e nuns sonhos medonhos. Aí sonhei que Rodrigo Maia tinha se tornado presidente do Brasil… Lamentável. Na mesma hora lembrei da mais famosa frase de “O leopardo”, do Lampedusa (1896-1957): “Se quisermos que tudo continue como está, é pr

PUBLICADO EM 07.07.2017 - 16:46

Imagine um país cujo povo assiste apaticamente a todos os abusos de poder, aumentos de impostos, suspensões de direitos, roubalheiras oficiais, armações de todas as espécies e corrupção em todos os níveis. Por isso mesmo, seus políticos e autoridades vão se enchendo de dinheiro público, sem medo de punição, tratando de se perpetuar no poder e chutando para escanteio os ladrões que qu

PUBLICADO EM 21.06.2017 - 16:32

As notícias sobre Sérgio Cabral & famiglia me lembram “Onde está a honestidade?”, do eterno Noel Rosa. Diz assim: “Você tem palacete reluzente/ Tem joias e criados à vontade/ Sem ter nenhuma herança nem parente (…) E o povo já pergunta com maldade:/ Onde está a honestidade? (…) O seu dinheiro nasce de repente/ E embora não se saiba se é verdade/ Você acha nas ruas diari

PUBLICADO EM 06.06.2017 - 16:23

Eu sei, o Brasil faliu e o planeta também não vai nada bem. Por isso, considerando a proximidade do Dia dos Namorados, esta coluna colabora com a paz mundial indicando alguns livros para aqueles que querem ficar bem na foto com seus parceiros. Eis:
1. Não se mexe em time que está ganhando. No quesito amor & poesia, Vinicius de Moraes sempre estará lá entre os primeirões. Aproveite “To

PUBLICADO EM 06.06.2017 - 16:20

Ler as notícias de política é sempre um exercício de paciência pela má qualidade literária das mentiras que nos contam diariamente. Nas últimas semanas, por exemplo, líderes da direita e da esquerda (como se fizesse diferença) querem nos fazer engolir histórias a que falta um mínimo de verossimilhança. Por isso, com o mais nobre intuito pedagógico, esta humilde coluna indica três gr

PUBLICADO EM 16.05.2017 - 16:27

Tudo muito natural

Como se sabe, há inúmeros mistérios entre o céu e a terra, e nossa vã filosofia não é tão esperta para perceber a maioria deles. Mas a literatura bem que chega perto disso, sobretudo na obra do carioca Alberto Mussa. Taí um sujeito sagaz, daqueles com o pé no chão e a cabeça na lua – ou além. Ele conhece as almas encantadas das ruas do Rio, mistura sua cátedr

PUBLICADO EM 13.04.2017 - 12:41

Haveria muitos motivos para recomendar “Tancredo Neves, o príncipe civil”, do jornalista Plínio Fraga. Senhoras e senhores: é um baita livro, obrigatório, sobretudo quando vemos a sociedade flertar com fascistas, ditaduras e esquisitices afins. A história se repete, a gente sabe, e é por isso que vale a pena voltar ao passado, a ver se aprendemos alguma coisa. Esse livro é uma boa oport

PUBLICADO EM 12.04.2017 - 11:22

Taí um livro que me consumiu horas de leitura: “Letras (1961-1974)”, do Bob Dylan, com tradução do Caetano Waldrigues Galindo. Fiquei muito tempo nele não exatamente porque seja grandão – e é, de fato – mas porque fiz questão de acompanhar algumas letras junto com as músicas. E o YouTube me salvou. Foi uma bela tarde musical, entrando pela noite.

No fim das contas, a verdade é que

PUBLICADO EM 29.03.2017 - 13:17

Sabe Shakespeare? Pois. Gosto de ler Shakespeare de vez em quando. Não entendo nada de nada, muito menos dele, mas é sempre uma boa surpresa voltar a seus dramas e comédias. Li poucas peças, nunca vi num teatro. Sou fã de leituras, vocês sabem. E fico na superfície, sabem também. Por isso que não me meto em analisar profundamente a obra de ninguém, justamente pra não correr o risco de m

PUBLICADO EM 27.03.2017 - 16:09

A gente tenta acreditar na humanidade, mas está difícil. Toda semana é um golpe. Não é por acaso que sempre repito que temos que investir nas crianças, porque nós, os grandinhos, já não estamos mais dando conta de criar um mundo melhor. Perdemos.
Por essas e por outras, anote esse nome: Chimamanda Ngozi Adichie. Difícil, né? Mas merece. É uma escritora nigeriana que vai fundo na críti

VEJA MAIS POSTS