twitterfeed
PUBLICADO EM 15.07.2017 - 12:21

Dia do Homem: mais vaidosos, eles se rendem aos procedimentos estéticos

A ideia de que homens devem ser brutos e desinteressados por cuidados pessoais está caindo por terra. Cada vez mais preocupados em cuidar da pele, cabelos e até do envelhecimento, a ala masculina brasileira gastou só em 2015 cerca de US$ 5 bilhões com cosméticos e, de acordo com a Euromonitor Internacional, a previsão é de que em 2019, o mercado nacional se firme com o maior do mundo em cuidados pessoais para homens.

“A vaidade está intimamente ligada ao bem-estar. Acredito que os homens estão compreendendo melhor isso e estão mais desinibidos na hora de cuidar de si. Eu sinto que os homens estão mais preocupados, sobretudo, com os efeitos do envelhecimento e estão procurando procedimentos que minimizem os efeitos do tempo”, diz a dermatologista Gabriella Albuquerque, da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro.

De acordo com a médica, um ponto interessante no envelhecimento masculino que o diferencia do feminino é a presença de testosterona. Este hormônio permite reduzir a ação dos radicais livres e este poder antioxidante age de forma benéfica retardando o envelhecimento. Entretanto, os fatores externos que podem acelerar o processo de envelhecimento são mais intensos nos homens: eles fumam mais, se expõem mais ao sol e se preocupam menos com medidas preventivas.

“Existem pontos que são diferentes para os homens com relação ao processo de envelhecimento e que os levam a preocupação: sua calvície. A alopécia androgenetica pode deixar 75% dos homens menos confiantes em sua imagem e isto pode ser combatido através de intradermoterapias e lasers de baixa voltagem nos consultórios médicos”, explica.

Na intradermoterapia, com uma agulha é aplicado substâncias como a biotina e pantenol no couro cabelo para interromper a queda e estimular os crescimentos dos fios. Já no tratamento a laser, a fotoestimulação faz com que os folículos voltem a produzir fios. Ambos os procedimentos devem ser feitos em estágios iniciais de calvície e sempre com recomendação médica.

Apesar do incomodo da calvície, Gabriella ressalta que em seu consultório a papada é o grande campeão de reclamação masculina, enquanto as mulheres procuram mais levantar as bochechas e atenuar as rugas ao redor da boca.

“TightSculpting na papada é o procedimento que mais faço em homens, que cada vez mais se incomodam com a papada. Trata-se de um procedimento não invasivo que permite esculpir o corpo ao mesmo tempo em que confere a firmeza necessária a pele. Ou seja, reduz a gordura localizada no subcutâneo da área tratada, definindo o contorno, e ao mesmo tempo, melhorando a flacidez”, explica Gabriella.

 

 

Publicidade